fbpx

Tipos de Marketing Direto, Benefícios e Exemplos

O marketing direto é um tipo de campanha que ainda é vista com grande potencial para as marcas e empresas no decorrer do tempo.

Isso acontece pelos resultados eficazes que são obtidos através dessa ferramenta com o público-alvo, mesmo que tenhamos uma gama enorme de possibilidades dentro do marketing para fazer a divulgação de produtos ou serviços.

Esse tipo de campanha do marketing direto se destaca pelo seu potencial ao longo da construção de grandes marcas que já são consolidadas há um bom tempo e, ainda sim, conseguem inovar sempre em suas divulgações, mantendo seus clientes fiéis e atraindo novos usuários.

O que é Marketing Direto?

Esse meio é uma maneira de atrair o cliente que já tem um potencial interesse na marca ou no produto.

marketing direto

Quando trabalhamos no marketing direto com esse gatilho do “interesse” no público, fica mais fácil fazer essa pessoa comprar e ter alguma experiência com o que é oferecido pela marca e gerar resultados.

Através dessa estratégia, é possível trabalhar com usuários que já tiveram a sua atenção despertada por alguma razão.

Esse método pode ser usado sem necessariamente o auxílio de empresas terceirizadas ou qualquer outro meio midiático para veicular o marketing direto, principalmente quando se trata de empresas de pequeno porte que ainda não possuem recursos suficientes para terceirizar essa função.

Portanto, a probabilidade de rejeição por parte desse cliente é minimizada justamente por não ser um tiro no escuro na hora de entrar em contato com esse lead ou fazer uma campanha voltada para ele utilizando essa ferramenta e torná-lo um usuário da marca.

Tipos de Marketing Direto

1. E-mail Marketing: Sabe aquelas promoções que você recebe por e-mail de algumas lojas virtuais, por exemplo, que você acessou só pra fazer uma pesquisa rápida de algum produto e acabou criando uma conta no aplicativo ou site e depois passou a receber e-mails dessas lojas com o tempo?

Então! Essa é uma forma de e-mail marketing que funciona no marketing direto. Isto porque o público acaba recebendo descontos, promoções e informações referentes a esse produto que despertou o seu interesse em algum momento e podem levá-lo a fechar uma compra, agregando, portanto, nos resultados dessa campanha.

2. Redes sociais: Outro meio muito eficaz é utilizar essa estratégia nas redes onde se verifique que há uma presença maior do cliente em potencial e usar isso ao seu favor. O marketing direto nas redes sociais é muito bem vindo quando passa uma mensagem clara e objetiva que incentiva o usuário clicar no anúncio.

marketing direto

3. Remarkentig: Já aconteceu, em algum momento, de você fazer uma pesquisa referente a um produto ou serviço e, logo em seguida, entrar em suas redes sociais preferidas e, do nada, aparecer um anúncio justamente daquilo que você estava procurando? Então, sim, essa é uma forma eficaz de marketing direto.

  • Seguindo o mesmo conceito das redes sociais, essa estratégia de remarketing serve para a divulgação de descontos, ofertas e promoções a partir do conteúdo pesquisado pelo público nos sites de busca.

4. Mala direta: Quem nunca recebeu em sua caixa de correios aqueles folders, catálogos ou folhetos de algum estabelecimento comercial da região?

Pois é, isso também é outro método de marketing direto visto com frequência até hoje por ter a opção impressa da campanha, mesmo que tenha um custo mais elevado.

5. Cupons: Nossos queridíssimos cupons de descontos que viraram febre, principalmente nas redes de fast-food!

Quem não gosta de sair para comer em um bom restaurante ou matar a fome com um lanche rápido e, de quebra, receber aquela cartela de descontos e ofertas maravilhosas como um incentivo para fazer você voltar lá mais vezes? Isso também conta como marketing direto.

As grandes marcas andam apostando alto nessa onda de gerar cupons digitais ou impressos, virou algo que se mostrou um potencial de resultados, são exemplos: vale cupom que foi divulgado em alguma rede social e tem que tirar um print para apresentar na hora de comprar; acessar os aplicativos da loja para ter descontos exclusivos e receber e-mails com algum cupom de desconto por tempo determinado.

6. Telemarketing: Esse meio, apesar de antigo, ainda hoje possui resultados favoráveis para as empresas que dependem dessa ferramenta para conversão de leads ao longo do tempo.

As operadoras de telefones móveis, TVs por assinatura, empresas de cartões de crédito, seguradoras etc., são as que mais usam o telemarketing para buscar novos usuários, oferecendo descontos em seus planos ou ofertando novos produtos.

Vantagens do Marketing Direto

O Marketing de direto é uma ferramenta que pode mostrar os resultados esperados de acordo com a estratégia adotada para atingir o público-alvo. Tal estratégia consiste em:

Fidelização: quando a campanha é direcionada ao usuário que já possui interesse na marca e já teve alguma experiência com ela, cria-se um vínculo com esse cliente fazendo com que ele se sinta importante e passe a usar essa marca como referência em outros momentos de consumismo.

fidelização

Público-alvo bem definido: O marketing direto tem a vantagem de ter um público mais restrito em ter um potencial interesse no produto ou serviço, fazendo com que conheçamos melhor aquilo de que esse cliente necessita e entregar aquilo que ele quer de fato.

As chances de uma campanha dar errado voltando-se para esse público são minimizadas com o tempo e geram resultados satisfatórios.

Controle de resultados: ocorre ao realizar o marketing direto para os usuários ou clientes em potencial, independentemente do meio utilizado para a campanha, seja por e-mail, mala direta, distribuição de cupons, remarketing, seja nas redes sociais.

Sempre busque mensurar os resultados obtidos através dessa ferramenta no decorrer do tempo da campanha. Assim, consegue-se manter um controle de quantos clientes foram atingidos ao todo e se é viável continuar com o mesmo objetivo ou mudar a estratégia.

Desafios do Marketing Direto no Cenário Atual

Um dos grandes desafios contemporâneos é a diversificação dos meios de comunicação que abrem um leque de possibilidades para chegar até o cliente, convencê-lo de que precisa comprar tal produto ou serviço, despertar mais ainda o interesse dos usuários por uma determinada marca ou um potencial cliente dentro de algum segmento.

Essa situação esta cada vez mais presente no marketing direto, pois é desafiador chamar a atenção do público e fazê-lo ver o seu conteúdo, passar credibilidade, gerar uma boa impressão logo de cara e, acima de tudo, chegar à ação de compra do produto ou serviço.

Contudo, identificar quais os meios viáveis e rentáveis de acordo com o seu negócio e que atenda à necessidade do usuário é tão importante quanto fazer a campanha em si no marketing direto.

É através de uma boa estratégia de planejamento e de objetivos bem definidos que conseguimos obter os resultados esperados, criar uma cartela de clientes que se tornem fidelizados à marca e atingir aqueles que são vistos como um potencial no público-alvo escolhido.

Exemplos e Cases de Marketing Direto

Agora vamos ver alguns cases que fizeram sucesso e podem servir como inspiração:

Fast Food: Grandes redes, como Burguer King, McDonald’s e Bob’s, fazem bom uso dos descontos e ofertas para seus usuários.

  • Atualmente, os meios são: as cartelas destacáveis, ofertas nas redes sociais com códigos promocionais para “printar” e apresentar no caixa, ofertas exclusivas no aplicativo, código QR e PDF são os mais utilizados.

E-commerce: as lojas virtuais usam e abusam do marketing direto para manter seus clientes sempre atentos às promoções e ofertas.

  • O uso de cupons de descontos, catálogos de vendas, e-mail marketing, remarketing, notificações por push, etc., são os mais usados para manter essas lojas virtuais vivas e atraindo cada vez mais clientes adeptos das compras online. Isso reforça ainda mais o potencial desse tipo de campanha.

Catálogos: As revistas de cosméticos, como Avon, Hinode, Mary kay e Natura, são as campeãs no conceito de marketing direto. Os catálogos recebidos diretamente em casa através dos revendedores fazem muito sucesso até hoje e geram grandes lucros para essas marcas.

  • Outro destaque mais recente são os catálogos da Tupperware que estão “bombando” entre as donas de casa depois dos cosméticos, seguindo a mesma linha de revenda.

Ipiranga – KM de Vantagens: Esse case vem fazendo muito sucesso com o objetivo de fidelizar clientes, oferecendo benefícios no acumulo de pontos ao utilizar os cartões de crédito Ipiranga.

  • São mais de 40 parcerias com companhias dos ramos de entretenimento (cinema, teatro, casas de show), locadoras de veículos, beleza, varejo, gastronomia e hotéis.
  • Outra estratégia implementada foi a troca dos pontos acumulados com o tempo por descontos no abastecimento de combustível nos postos cadastrados no programa.
  • Há, ainda, os descontos online em lojas virtuais que são possíveis usufruir com a utilização do cartão.

Google Adwords: O Google quis inovar ao trabalhar com a ferramenta de mala direta ao invés de mandar um e-mail para os seus usuários. A ideia foi o envio por correio dos cupons de créditos que valem de R$ 50,00 a R$ 100,00 para que você utilize na ferramenta de anúncios pagos.

  • Eles optaram por escolher, também, como público-alvo, os assinantes de revistas de negócios para enviar os cupons, pois, certamente, é um público que possui interesse em marketing digital.
Share
Thiago Rodrigues

Sou empresário no seguimento de tecnologia da informação. Quero contar uma breve história sobre minha carreira. Entrei na faculdade aos 18 anos, andava 120km de ônibus por dia para estudar, no 8º período do curso, perto de me formar, abandonei a aculdade para buscar um emprego como desenvolvedor de software. Após 3 meses no primeiro emprego, fui trabalhar na maior empresa de T.I do meu estado, e com 6 meses, já representava a empresa em SP, trabalhando na Av Paulista, centro financeiro do Brasil, logo após, fui trabalhar no porto digital em Recife e, aos 25 anos sai do emprego em busca de investimento para abrir um negócio. Sabe o que aconteceu? Estou "desempregado" a 6 anos e, muito feliz, pois sou empresário.